Blog do Cadu: R$ 5,4 bilhões para a juventude

quinta-feira, 6 de setembro de 2007

R$ 5,4 bilhões para a juventude

Deu na Agência Brasil

Novo ProJovem unifica ações governamentais para a juventude

Sabrina Craide
Repórter da Agência Brasil

Brasília - Uma cerimônia descontraída, com música, dança e a participação de jovens marcou hoje (5) o lançamento do novo ProJovem, um programa unificado para ampliar o atendimento a jovens que estão fora da escola e sem formação profissional. O evento, realizado no Conjunto Cultural da República, começou com a apresentação do grupo de dança afro Kina Mutembua, da comunidade de Cidade Alta, do Rio de Janeiro.

O secretário Nacional de Juventude, Beto Cury, apresentou as principais diretrizes do programa, que nasceu da unificação de programas já existentes e resultou em quatro subdivisões: ProJovem Urbano, ProJovem Campo, ProJovem Trabalhador e ProJovem Adolescente. Ele destacou que o ProJovem será uma ação integrada de diversos ministérios do governo federal.

Segundo Cury, existem atualmente 4,5 milhões de jovens entre 15 e 29 anos no Brasil que estão fora da escola, desempregados e não concluíram o ensino fundamental. "Para esses jovens, estamos apresentando hoje um programa que nos permita integrar melhor as nossas ações, ampliar a escala de jovens participando desses programas, otimizar nossos recursos e aumentar a qualidade daquilo que temos oferecido aos jovens brasileiros."

O secretário-geral da Presidência da República, ministro Luiz Dulci, afirmou que os recursos para o Projovem estão garantidos no orçamento do governo. "São recursos orçamentários garantidos, fruto de remanejamento, como sempre se faz", explicou. A previsão de investimento do governo federal é de R$ 5,4 bilhões nos próximos três anos.

Dulci ressaltou que a juventude pode não apenas receber apoio do estado, mas também tem muito a contribuir com o país. "Queremos transformar a juventude em uma política de estado, mais que numa política apenas de governo, por mais importante que seja", acrescentou.

Ex-integrantes de programas do governo, como o Agente Jovem, Saberes da Terra e ProJovem contaram suas experiências. Roberta Ribeiro, de 22 anos, ex-aluna do Consórcio Social de Juventude, do Rio de Janeiro, subiu ao palco cantando a música tema do ProJovem. “Não vou desistir, ninguém vai me impedir, tenho forças para lutar, nada pode me parar”, diz a canção. A jovem contou que participar do programa foi um marco em sua vida e convidou o presidente Lula a visitar a comunidade onde mora, no Rio de Janeiro.

Para a presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), Lúcia Stumpf, as medidas anunciadas pelo governo poderão garantir que as próximas gerações tenham mais acesso à educação e ao emprego. Lúcia Stumpf destacou, entretanto, que ainda falta fazer muito pelos jovens do Brasil. “Sempre para conseguir fazer com que a juventude, que está muito excluída, possa enfrentar essas grandes dificuldades. Mas esse foi um primeiro passo importante”, disse ela.

O objetivo do ProJovem é aumentar o número de vagas ofertadas nos programas até 2010, passando das atuais 467 mil para 4,2 milhões.

Nenhum comentário: