Blog do Cadu: Eleições 2010 e a ditadura militar no Brasil

quarta-feira, 31 de março de 2010

Eleições 2010 e a ditadura militar no Brasil

Amanhã fazem 46 anos que foi deflagrado o golpe militar no Brasil. Apesar de todos esses anos ainda sentimos os reflexos desse período nefasto de nossa História.

A democracia no Brasil sempre foi algo em permanente conquista. Pra se ter uma idéia de 1986 pra cá é o maior período democrático de nosso país. São apenas 24 anos.

Inúmeras foram as pessoas que dedicaram sua vida em defesa da liberdade no Brasil. Inúmeras foram as vidas tiradas em nome dessa causa.

Esse legado não pode ser esquecido.

Mas é preciso registrar que inúmeros também foram os casos de pseudo-luta. Pessoas que se auto-exilaram ou que simplesmente bradam por aí dizendo que também fizeram luta contra a ditadura.

Nas eleições de outubro teremos o enfretamento de exemplos das duas situações que citei acima. De um lado alguém que se auto-exilou e sempre fez de conta que combateu a ditadura e do outro alguém que foi presa e torturada e que sempre esteve na trincheira de luta d enosso povo.


Acho que já dá pra saber de quem falo.

O 1º é José Serra. Quando presidente da UNE vivia encangado na barra da calça de Jango (Cito isso só porque já o vi fazendo críticas à UNE por não fazer oposição a Lula). Autoexilou-se pra o Chile, junto com FHC. Na volta ao Brasil, logo locupletou-se com as elites brasileiras. É peça chave do projeto entreguista do PSDB/DEM, do PIG e de tudo que não presta na quadro sócio-política-econômica brasileira.

A 2ª pessoa é Dilma Roussef. Militante do Movimento estudantil, foi presa e torturada. Combateu até o fim a ditadura militar no Brasil. Sempre esteve ao lado das forças progressistas e democráticas brasileiras. E ainda é, incansável defensora que se abra os arquivos secretos da ditadura militar. É direito de todo o povo saber o que realmente acontecia nos porôes da ditadura. Onde estão os corpos dos desaparecidos políticos no País.

Dilma é peça chave na consolidação do projeto para um país mais democrático, justo e soberano para o Brasil.

A direita através de seu partido mais organizado, o PIG, tenta a todo custo fazer terrorismo com a figura de Dilma Roussef. Falácias de toda ordem são jogadas na mídia: Milícia no campo; Controle da imprensa; Tribunais raciais; Comissões da verdade.

Comissões da verdade?

O Governo Federal, sob a chefia da ministra Dilma, organizou as Comissões da Verdade. Intrumento para se divulgar o que realmente aconteceu na Ditadura militar no Brasil. Até isso a canalhada da direita brasileira usa pra tentar depreciar Dilma Roussef.

Tsc, tsc...

As outras falácias não dá nem pra comentar. Nunca se fez defesa, no governo oufora dele nos partido aliados ou no PT de tais temas. É o desespero tomando conta dos lacaios de nosso povo.

Mas como já disse a companheira Dilma: "prefiro as calúnias na democracia do que o silêncio das ditduras".

O fato é: em outubro teremos a oportunidade de escolher o caminho do desenvolvimento com distribuíção de renda, com mais democracia e justiça social ou voltarmos à subserviênvcia que sempre tivemos em relção às grandes riquezas, sejam internas ou de outros países.

Dilma ou Serra.

Lutadora de nosso povo ou marionete das oligarquias.

Essa é a escolha que o povo vai fazer em outubro.

Não posso acreditar que o povo irá escolher a volta do entreguismo e da elitização do Estado. O povo brasileiro não escolherá Serra.


Abaixo dois vídeos interressantes que podem ajudar a ilustrar o que escrevi:










Nenhum comentário: