Blog do Cadu: Bateu o desespero nos DEMoTucanos. Só falta um mês.

sábado, 4 de setembro de 2010

Bateu o desespero nos DEMoTucanos. Só falta um mês.

Estamos há um mês da eleições e as forças DEMoTucanas começam a abrir fogo pesado em ataques contra a candidata Dilma Roussef do PT. Esta é a mesma tática usada em 2006 contra Lula para que sua vitória não de desse já em primeiro turno. Resultado: Alckmin teve menos votos no segundo do que no primeiro turno. Fato inédito na História em todo os países do mundo onde se tem eleições em dois turnos.

Mas o que move as forças das elites brasileiras?

Podemos alegar ódio à classe trabalhadora; ódio ao PT e aos partidos de esquerda; ódio ao fato de um torneiro mecânico ter sido o melhor presidente da História do Brasil.

Penso que além de tudo que disse acima, também a sede de Poder de nossas elites.



Artodoadas elas não sabem como bater, como argumentar. Aí usam todas as suas armas e tiram suas máscaras. É a volta da UDN.

As elites derrubaram Getúlio (este suicidou-se); Jango; Implantaram a Ditadura militar no Brasil e tentaram derrubar Lula a todo custo. O alvo agora é Dilma.

A dor de cotovelo daqueles que destruíram o Estado brasileiro. Privatizaram quase todas as empresas estatais que tínhamos. Destruíram as indústrias nacionais, privadas mesmo. Beiramos o caos no Brasil. Pra não dizer que nada teve de bom, apenas o Plano Real. Mesmo que a um custo exorbitante para o povo brasileiro.

Alguns para justificarem as privatizações lembram o quanto era caro ter uma linha telefônica no Brasil. As linhas telefônicas não eram caras por serem públicas, eram cara por que o sistema de telefonia brasileiro era atrasado. Como pra essas figuras investimento público é proibido, a não ser para salvar bancos e grandes especuladores, justificam as privatizações.

Quando chega ao Poder um operário chegado em São Paulo na boleia de um caminhão e com até a quarta série e formado em torneiro mecânico pelo SENAI. A elite nojenta do país aposta que seu governo seria uma catástrofe.

No primeiro governo, Lula arrumou a casa em ruínas deixada por FHC/Serra/PSDB. Foi o governo do incentivo ao consumo interno, da distribuição de renda. Foi o governo da retomada da musculatura do Estado brasileiro. Só em professores universitário se contratou quase 4 mil em anos. FHC não contratou nenhum. Voltamos a ter no país concursos públicos para suprir a deficiência em servidores. É claro que ainda não zeramos a conta, mas já estamos em situação bem melhor e com Dilma sanaremos esse problema.

Interiorização das universidades e PROUNI deram mais oportunidade de educação à milhares de jovens em todo o Brasil.

Voltamos a ter postura altiva na política externa. Voltamos a ser respeitados mundo à fora. A miséria no Brasil caiu 27.7% segundo dados da FGV. Retomamos as exportações. ampliamos nosso leque comercial com a Ásia, África e Europa. Os EUA deixaram de ser mais de 50% das nossas relações comerciais. Nos livramos da ALCA e do FMI. O salário minímo passou a ser reajustado acima da inflação. Ganho real!

Com as políticas de distribuíção de renda, o primeiro governo Lula voltou a dar esperança ao povo brasileiro. E com um mercado interno de massas, o Brasil cresceu como nunca. 
Há quem diga que Lula se reelegeu graças a "compra de voto legalizada". O Bolsa-família. Segundo a FGV só 3% dos eleitores de Lula eram beneficiários do Programa em 2006 (clique aqui).
Logo surgiu o problema da infra-estrutura. 

Este foi o tom do segundo governo Lula. Este foi melhor que o primeiro. Não se deixou de continuar as ações, na verdade foram ampliadas e com o PAC, o Brasil entrou de vez nos trilhos do desenvolvimento.

Nunca nosso país esteve tão bem. São 214 escolas técnicas federais em todos o país. Só em Alagoas chegaremos a 10. São mais de 300 extensões universitárias e novas universidades no Brasil. Em Alagoas são mais duas extensões universitárias em Arapiraca com os pólos de Penedo, Viçosa, Palmeira dos Índios e em Delmiro Gouveia com pólo em Santana do Ipanema. A última universidade construída no Brasil antes do Lula foi no governo militar.

Dilma vai continuar e ampliar todas estas conquista de nosso povo. Conquistas, sim!

Nada veio de graça para o nosso povo. Tudo isso é fruto de nossas lutas e o povo brasileiro certamente não abrirá mão.

Mas voltando aos ataques desesperados da turminha do Serra que tentou destruir o Brasil até 2002. 

É desespero mesmo. Serra perderá a eleição em primeiro turno. Será esquecido por seu Partido. Nem Alckmim, nem Aécio lhe darão guarida. Vai se juntar em uma masmorra qualquer ao FHC. E juntos chorarão suas pitangas.


Veja o que o colunista Claúdio Humberto disse sobre o vazamento de dados da receita federal da filha do Serra (clique aqui):

A investigação sobre a violação do sigilo fiscal de Verônica Serra, filha do candidato José Serra, atribuída a "aloprados" do PT, pode revelar a surpresa de ter sido obra dos próprios tucanos. Na época, setembro de 2009, havia uma guerra interna pela indicação do PSDB para a disputa presidencial. Aliados de Aécio Neves atribuíam à turma de Serra a produção de dossiês contra o então governador de Minas. E vice-versa.

Também veja o que escreveu o repórter Rodrigo Viana em seu site (clique aqui):

Desde que a campanha eleitoral começou, nunca houve uma tarde com tantos boatos: pelo twitter, pelo telefome, pelo e-mail… Sobram boatos. 1) “Veja” e “Época” trariam matérias (de capa?) sobre Amaury, o jornalista que investigou as estranhas relações empresariais da família Serra (seria uma forma de manter o “escândalo” vivo, apesar de tudo apontar para Minas, e não mais para Brasilia?); 2) o “JN” da Globo estaria preparando materia especial, para retroalimentar o escândalo; uma fonte do Jardim Botânico confirmou ao blog “Doladodelá” que a reportagem em preparação incluiria até ataques a blogueiros (será mesmo?); 3) Quem andou hoje pelos corredores da Polícia Federal de São Paulo (onde o contador Atella foi interrogado) ouviu a informação de que as investigações levam a um “secretário de governo” (do governo mineiro? de alguma Prefeitura?).  Boatos e fatos. Que, por hora, não mexem nas pesquisas. Serra só cai. A pesquisa diária Vox/Band/IG apontou hoje Dilma 52% e Serra 24%.

Em suas tentativas em vão a direita brasileira, como disse acima, retirou suas máscaras. Serra defendeu o regime militar. Agora seu passado na UNE não serve mais. (clique aqui).

A rede Globo, principal instrumento da direita brasileira e da ditadura militar no Brasil tenta a todo custo requentar ataques à Dilma e ao PT. 

O povo já demonstrou que não cai mais nessa esparrela. Não adianta os pelancos da didatura e das elites brasileiras ficarem com raiva, chamando o povo de ignorante a todo o tempo.

Há um mês da eleição o povo segue rumo a transformação que nosso país vive. queremos cada vez mais oportunidades de vivermos em igualdade. E isso foi iniciado com Lula e continuará com Dilma.

Veja aqui os dados do governo Lula.

Em Alagoas quem representa esse projeto é Ronaldo Lessa. Lessa vem sofrendo inúmeros ataques por parte da mídia local. Principalmente as empresas do grupo de comunicação de João Tenório (Senador e suplente de Téo eleito em 2006) e de Nonô (candidato a vice-governador de Téo nestas eleições). Grupo Pajuçara de telecomunicação. Além da Gazeta (Globo), é claro, que é de Fernando Collor, concorrente de Lessa nessa eleição.
O porquê de votar em Ronaldo Lessa já escrevi anteriormente nesse Blog. Clique aqui e aqui.

Vamos, com o povo, seguir mudando com Dilma (clique aqui) e mudar que a hora é essa com Ronaldo Lessa!

Nenhum comentário: