Blog do Cadu: Isto não é vandalismo. Isto é capitalismo!

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Isto não é vandalismo. Isto é capitalismo!


A recente onda de revoltas e confusão generalizada na Inglaterra chamou a atenção do mundo inteiro. Até jogos de futebol foram cancelados. Na Espanha também tivemos recentemente manifestações populares nas ruas. E ontem os jogadores da liga espanhola de futebol anunciaram greve até que se garanta o pagamento de salário dos jogadores dos clubes menores.

Muito bem!

Antes dessas confusões da Europa tivemos confusão também no Oriente Médio. Estas ainda perduram, com menos impacto midiático, mas perduram.

É muita confusão por aí, não é não?!

Também um bocado de vândalos soltos pelas ruas só podia dar nisso, não é?

Que absurdo, vivemos no sistema da liberdade. As pessoas são livres para serem semi-escravizadas ou viverem à margem da sociedade. E tudo isso com eleições “livres”!

Com certeza estes disparates acima foram ditos ou pensados por alguém nos países citados acima ou pelo resto mundo mesmo.


A IPIG* (Internacional dos Partidos da Imprensa Golpista) quando lhe convém afirma que as manifestações na Inglaterra, por exemplo, é coisa de vândalos.

É óbvio que existem excessos, mas daí colocar tudo como ato de vandalismo não dá!

Tal fala é reproduzida pela principal integrante na IPIG, a Rede Globo.

Cadê os princípios editorias e comportamentais do melhor jornalismo do sistema solar?

Cadê?

Nas manifestações no Oriente Médio, as falas eram de levante popular; luta pela democracia...

Claro. Nos confrontos de lá os EUA e as grandes potências econômicas mundiais estavam “super afim” de derrubar  “os governos do mal” de Alah.

E não é que nos países “democráticos” da realeza pensam em proibir o uso da internet. Pois é... Que coisa, não? (vejaaqui)

Esta será uma década perdida para a Europa. Espero sinceramente que este continente vire à esquerda, mas não a esquerda do “socialismo europeu”, não. Esquerda mesmo.

Enquanto o sistema econômico dominante for o que exclui, o que acumula. Aquele que promove a distinção entre as pessoas, que prega o individualismo (não confundir com individualidade), enquanto o sistema político-econômico for o que provoca tantas distorções ao redor do planeta. For este que está aí onde poucos acumulam a riqueza produzida por todos/as.

Enquanto for assim a regra do jogo. Enquanto o mundo viver sob a luz do sistema capitalista, vamos ter guerras, pessoas se matando, crises e muita “confusão”.






*Essa vou mandar pro Paulo Henrique Amorim... RSRSRSRS

Nenhum comentário: