Blog do Cadu: Serra, o mentecapto

sábado, 10 de março de 2012

Serra, o mentecapto


A última peripérsia do vampiro brasileiro (não, não é o Beto Carneiro – personagem do Chico Anysio), o tucano e eterno candidato a alguma coisa, José Serra foi um artigo criticando a atuação situação da educação no Brasil e a atual atuação do governo federal nessa área.

Infelizmente essa fala do Serra, mesmo que a cada dia isso diminua, ainda encontra algum eco nas ruas. São resquícios de uma cultura elitista que assola uma parte dos brasileiros e das brasileiras.

São coisas do tipo: “Não adianta ampliar vagas se não qualificar primeiro”. Como se um impedisse o outro. E pra mim, falar em qualidade sem quantidade é discurso elitista, discurso para atender uma micro parcela da população. O debate de quantidade e qualidade é um só.

Em geral as pessoas que tem esse tipo de pensamento, como o do Serra/PSDB/FHC também são contra o Sisu ou o Enem. Sabe porquê?


Porque ao contrário do que as maritacas reacionárias de plantão cantarolam por aí, o novo sistema de ingresso nas universidades no Brasil (sistema ainda em construção), possibilita que pobre ingresse no ensino superior. E isso a nossa 'nobreza” não suporta. Ver seus filhos tão “limpinhos” ao lado de filhos e filhas de empregadas domésticas ou de peão de fábrica ou obra.

Que horror! - devem pensar tal “nata” de nossa sociedade

Não afirmo aqui que hoje está tudo as mil maravilhas, mas de longe está bem melhor que nos tempos do tucanato de Serra/FHC.

Basta olharmos alguns dados (os dados são de 2010):

Analfabetismo – a taxa de analfabetismo no Brasil caiu de 11,9% da população, em 2002, para 9,6% em 2009;

Ensino Técnico – o número de escolas técnicas cresceu 2 vezes e meia com o Governo Lula. Até o final de 2010, estarão funcionando 214 novas escolas. Serra e FHC só fizeram 11 escolas;

Prouni – com o Prouni, 748,7 mil jovens de baixa renda receberam bolsas de estudos para entrar no ensino superior. Com FHC e Serra, o Prouni não existia;

Universidades Federais – Lula e Dilma criaram 15 novas universidades e, até o final de 2010, terão inaugurado 124 novos campi, a maioria pelo interior do país. Serra e FHC só criaram 1 universidade, em função da criação do Estado de Tocantins;

Matrículas no ensino superior – o número de matrículas no ensino superior cresceu 63% entre 2003 e 2009, passando de 3,94 milhões para 6,44 milhões;

Educação especial – o número de salas de aula com recursos multifuncionais para atender alunos com deficiência passou de 250 em 2005 para 10.000 em 2009;

Orçamento do MEC – o orçamento total do MEC no Governo FHC (1995-2002) foi de R$ 214,8 bilhões. Já no Governo Lula (2002-2010), os recursos destinados ao Ministério somam R$ 317,2 bilhões;

Alunos inscritos no ENEM – no Governo FHC, 4,35 milhões de estudantes prestaram a prova do ENEM. Com o Governo Lula, a prova passou a ser utilizada como porta de entrada do Prouni e das Universidades Federais. Com isso, o número de estudantes que fizeram a prova foi para 21,93 milhões (2003-2009);

Alimentação escolar – o número de estudantes que recebem alimentação na escola saltou de 36,9 milhões, em 2002, para 47,0 milhões em 2009.

Sem falar que nos tempos “vampirescos” o único setor da educação que dialogava com o governo eram os donos de escolas privadas.

Quanta democracia! (ironia mode on)

O Serra não tem mais nem o apoio de seu partido. Sua candidatura a prefeitura de São Paulo é só uma tentativa de sair da tumba, do sarcófago e voltar, mais uma vez, a tentar ser presidente de um país que ele não sabe o nome (veja aqui).


Significado de mentecapto: adj. e s.m. Alienado, louco. Ignorante, néscio.

Nenhum comentário: