Blog do Cadu: Pressão no "mensalão". E se fosse o Lula?

terça-feira, 26 de junho de 2012

Pressão no "mensalão". E se fosse o Lula?






A grande imprensa brasileira não se aguenta em pressionar todas as instituições do país para alcançar seus objetivos. A bola da vez é o Supremo Tribunal Federal – STF, mas especificamente o Ministro Lewandowski. Relator do caso do suposto “mensalão”.


Por conta de um encontro no escritório do Nelson Jobim, ex-ministro da justiça e ex-ministro do STF, Lula foi acusado de pressionar o Ministro (?) Gilmar Mendes. Logo Gilmar Mendes, opositor declarado num universo onde Lula e Dilma indicaram juntos 08 ministros.

Pressão negada por Jobim e Lula. Numa conversa a três, dois dizem que tal assunto não surgiu. Quem a grande imprensa deu status de verdade?

Tcham ram!!!

Gilmar Mendes.


O mesmo do grampo sem áudio que fez demitir o chefe da Abin no governo Lula.

E onde ele acusou Lula de pressão?

Tcham ram!!!

Na Veja.

É muita piada pronta pra ser improviso, né não?!

Pois bem, ontem o, sei lá o quê de Veja, Reinaldo Azevedo, em seu perfil no Twitter, soltou algumas pérolas para “lembra” o ministro Lewandowski de suas funções.

Coisa de patrão para empregado. Dito pelo xeléleu do patrão, claro. Mas o recado era do chefe.

Azevedo até se ofereceu para ajudar o magistrado a escrever o relatório. Veja na imagem abaixo.

Clique para ampliar


E se fosse o Lula que “lembrasse” o ministro do prazo, quais seriam as manchetes do PIG de hoje?




Nenhum comentário: