Blog do Cadu: Globo e PSDB: Tudo a ver.

domingo, 15 de julho de 2012

Globo e PSDB: Tudo a ver.


Uma vez golpista, sempre golpista! Essa é a Globo. Em toda a sua estrutura. TV, rádios, jornal e site. Ela sempre foi assim e sempre será. Basta você procurar em outras postagens minhas no Blog e achará relatos do que digo. Neste, não levantar (mais uma vez) o histórico golpista da família Marinho.

A última da vez foi a edição da entrevista com a esposa do bicheiro e pauteiro Carlos Cachoeira. A repórter da Globo tentou a todo custo relacionar Cachoeira com Lula e Agnelo. Os trechos com as negativas não forma ao ar. Leia mais aqui

Como também não mostrou, revista Época das organizações Globo, a prova da venda casa de Marconi Perillo do PSDB para Cachoeira. Leia mais aqui

Por que será?

É da natureza da Globo.

E de toda a grande imprensa.


Não somente a Globo, mas toda a patota estão numa agonia triste. Leia mais aqui


O PSDB também gosta de golpes. Tanto que o senador Álvaro Dias quer assumir o posto de baluarte da moral deixado por Demóstenes e se tornou "adido" golpista do Paraguai no Brasil. Leia mais aqui

Definham a olhos vistos. Não tem nomes, não tem agenda e nem mais o discurso moralista.

“Acabou-se o que era doce”.

Nas eleições deste ano, estão para sofrer derrotas fragorosas. Especialmente em São Paulo.

Aqui em Alagoas, também é imprescindível derrotar o tucanato. Braço político-institucional da Cooperativa dos Usineiros. Monopolista das terras e da riqueza produzida aqui. Não obstante, “dona” das instituições de Estado.

Em Maceió lança um nome cujo a família já está na quarta geração mamando no poder local. A diferença esse ano é que querem dar uma roupagem de coisa nova.

Basta um olhar mais atento pra perceber que se trata do novo velho.

Representa as elites. As mesmas que mantém nossas relações sociais e econômicas as mesmas desde o século XVIII.

Derrotar o PSDB aqui é vitória dupla. Não somente pelo projeto nacional de desenvolvimento com inclusão social e distribuição de renda, mas também para impor uma derrota à nossa “doce” elite alagoana.

Em 2012 vamos começar a assar o tucanato.  


Nenhum comentário: