Blog do Cadu: PSDB deixa Alagoas em último lugar no Ideb

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

PSDB deixa Alagoas em último lugar no Ideb


Parece até cantiga de grilo. Um repeteco só. Mas mais uma vez Alagoas está em último lugar num índice social. Agora é na educação. Segundo dados do MEC, Alagoas ficou em último lugar no Ideb, Índice de Desenvolvimento da Educação Básica. A meta era atingir nota de 4.5, mas só chegamos a 3.8. Leia mais aqui

E também como parte da cantiga, o país avançou e Alagoas, não. Não bastasse termos a capital mais violenta do país. Leia mais aqui

Esse tipo de notícia já não é novidade para alagoanos e alagoanas. E desde 2007, com o início do governo Téo, que a coisa só piora. É o governo do PSDB fazendo o que sabe fazer de melhor: destruir a coisa pública e os mais pobres que precisam do Estado que se virem.

Basta ver o governo FHC. Vendeu nossas estatais a preço de banana. Quer dizer, vendeu não. Entregou com ônus dobrado para o povo brasileiro. Porque foi o Estado brasileiro que bancou a compra das estatais. O Estado pagou pra alguém comprar. Quer saber mais leia o livro “A Privataria Tucana”. Em Maceió está a venda na livraria do Shopping Maceió (antigo Iguatemi).

E por aqui é o “salve-se quem puder”. Além da capital mais violenta, nossa polícia não sabe aonde ir pra combater o crime. Melhor exemplo foi o ocorrido com o sociólogo Carlos Martins. Carlos teve sua casa arrombada pela Polícia Civil. Foi algemado. Sua casa foi revirada. Ele tentou alertar os policiais do erro, e nada. O endereço do mandado de busca estava errado.

Fora a truculência.

Se o Brasil fosse uma sala de cinema, Alagoas seria o lanterninha.

Tem escola estadual que nem começaram as aulas. Estão que nem a música da casa engraçada sem teto e sem nada. Só não estão sendo reformadas com esmero. Isso não.

Esse é o reflexo do excesso de açúcar em nossas vidas. Desde os tempos de comarca. Mas isso também já falei bastante aqui no blog. Essa é a minha cantiga de grilo. E enquanto não acordarmos para a necessidade de tirarmos o açúcar de nossa dieta social e política, continuarei repetindo-a.

O governador é usineiro. O presidente da Assembléia Legislativa é usineiro. Os desembargadores são das famílias dos usineiros ou possuem laços estreitos.

Não sei como temos epidemia de diabetes em Alagoas.

Dentro dessa lógica é claro que o governo do estado tem prioridades antagônicas às necessidades do povo. Como também já coloquei aqui no blog. Leia aqui

E tem gente que insiste em votar nos candidatos apoiados pela Cooperativa dos Usineiros. Ou pior, não gosta do Téo e vota em um=m dos seus candidatos para a prefeitura de Maceió, por exemplo. Vai entender. 

Nenhum comentário: