Blog do Cadu: JB: o implacável, pero no mucho

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

JB: o implacável, pero no mucho

A postura rígida, por vezes até agressiva do ministro do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa, chama a atenção de todos que acompanham minimamente o STF. Barbosa já brigou com Gilmar Mendes, dizendo-lhe que não estaria ali para servi-lo e já soltou falas afirmando que apesar de estar ali por ser negro, tem mais acúmulo teórico que a maioria dos seus pares, de fato, tem um currículo invejável. Ilações sempre de forma enérgica.

JB é o relator da Ação Penal 470, chamado “mensalão” e desde antes de começar o julgamento, ele já vinha demonstrando sua rispidez quando cobrava do ministro revisor Ricardo Lewandowski “agilidade” em sua revisão.

Após começar o julgamento, qualquer par de toga de JB que ousasse discordar de seus posicionamentos, logo seria rechaçado fortemente.

Já estão à beira do folclore as discussões entre ele e qualquer um dos pares, em especial Lewandowski.

A grande imprensa logo tratou de elevá-lo à condição de super herói. Ou o moralizador do país. Tudo arraigado de um discurso para além do moralismo.


JB parece ter gostado dos mimos midiáticos.

Num processo de 50 mil páginas em sem provas, ele cumpre à risca o rito construído pela mídia. Condenar todos, mesmo sem provas. Afinal, como disse o Gurgel na apresentação da denúncia, “não existe prova, porque quadrilha não deixa prova”.

Mas até aí "nada demais". Pode-se discordar do método, da ação, dos motivos ou de qualquer coisa, mas o principio deve ser “o que é para Chico, é para Francisco”.

Dois pesos e duas medidas, não dá para engolir.

Não bastasse o mensalão do PSDB, cometido nos anos 90, repleto de provas materiais não ser julgado até agora; não bastasse o silêncio da grande imprensa sobre o assunto, o implacável Joaquim Barbosa, o moralizador do Brasil, o Batman sem máscara, o vingador da moral brasileira, correu como o diabo da cruz de relatar o mensalão do PSDB.

O próximo presidente do Supremo, fez com que o processo do mensalão do PSDB recomece do zero. Corre sério risco de prescrever.

É justo esse tipo de tratamento?

Porquê o tratamento diferenciado?

Implacável, pero no mucho.


Abaixo replico a atualização de status de Altair Freitas no Facebook sobre Joaquim Barbosa


De Altair Freitas:

Deixa eu ver se eu entendi (sou meio lento para entender certas mentes eruditas e que abusam do juridiquês):

A) O douto JB diz que o então Partido Liberal, cujo membro JOSÉ ALENCAR, tornou-se candidato a vice presidente na chapa de Lula, após o início do governo em 2003, NÃO APOIAVA O GOVERNO NA CÂMARA FEDERAL. É isso mesmo?

B) Se a legislação eleitoral não me escapa, quando dois ou mais partidos fazem uma aliança eleitoral (coligação) elas são firmadas em CONVENÇÕES anteriores à disputa eleitoral. Portanto, para ter o candidato a vice de Lula em 2002 (O José Alencar), o PL teve que aprovar isso na sua convenção em junho daquele ano. A coligação que elegeu Lula era PT, PL, PCdoB, PCB, PMN. Mas, mesmo assim, fazendo parte da coligação vitoriosa, o PL não apoiava o governo Lula e "vendeu" o apoio depois. É isso mesmo?

C) Após a posse, o PL tinha o vice presidente da república (José Alencar) e o ministro dos transportes (Anderson Adauto) e contava com 26 deputados federais. Desses APENAS TRÊS foram acusados de receber "mensalão". Outros 23 não receberam nada. É isso mesmo?

Então, resumindo (me ajudem a raciocinar): O PT teve que dar mensalão para TRÊS deputados do PL porque aquele partido que tinha O VICE PRESIDENTE, UM MINISTRO E VINTE E SEIS DEPUTADOS, não apoiava o governo. É isso mesmo?

EU ENTENDI BEM O RACIOCÍNIO DO DOUTO JB, expert em alianças políticas? É isso mesmo?

3 comentários:

Jean magrinho disse...

Valeu Cadu.Realmente é preciso elucidar as pessoas quanto a desinformação que a mídia televisiva(a meu ver sem exceção)impõe aos da TV aberta.Fora os jornais impressos.Contente por ver que podemos ter vós aos milhares que usufruem da internet para efeito de comparação com a mídia.
Parabéns.

Illana Farias disse...

Olá Cadu tenho acompanhado alguns post seus há um tempo e gosto muito dos seus artigos, mas percebo que nós brasileiros vivemos mal informados afinal de contas muitas noticias são manipuladas. gostaria muito que me indicasse sites e blogs que você acredita que poderão me deixar mais atualizada e informada. obrigada!

Cadu Amaral disse...

Illana, os que estão na barra à direita na página do Blog são muito bons!