Blog do Cadu: A maçã de Gurgel e o silêncio da mídia

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

A maçã de Gurgel e o silêncio da mídia







O Procurador-geral da República Roberto Gurgel dirigiu uma licitação para favorecimento da Apple na compra de tablets para a Procuradoria Geral da República. Do edital da licitação constam não somente tecnologias que a marca da maçã tem, mas também a marca é citada mais de uma vez.

Essa informação foi dada pelo blog do jornalista Renato Rovai. (clique aqui)

Entre uma das “provas” dos condenados da Ação Penal 470 estava a manipulação de licitações. Mais especificamente João Paulo Cunha foi condenado por isso.

Roberto Gurgel será cassado e exonerado do serviço público?

São posturas como a que o cosplay mais conhecido do Jô Soares tem tomado que fazem com que se questionem a indicação dos primeiros das listas tríplice para escolhas de chefias em órgãos públicos. Gurgel claramente faz oposição ao governo federal.

Não precisa, nem deve dar apoio a esse ou a nenhum governo, somente não tomar partido. Pode até (e deve, por que não?) ter opinião política sobre governos, mas daí militar no espaço que ocupa é outra conversa.

Também não causa estranheza o silêncio ensurdecedor da “grande imprensa” ou “carcomídia”, como preferem alguns. Gurgel vem sendo útil aos seus interesses e ela agora só pensa em explorar o sofrimento das famílias de Santa Maria/RS.

Tragédia, aliás, que fizeram com que prefeitos e governadores de todo o país se mobilizassem para fiscalizar casas noturnas. Ao que parece se conta nos dedos as boates que preenchiam os requisitos. Tinha gente ganhando alguma coisa com isso. Tomara que agora as coisas fiquem nos conformes, antes tarde do que nunca.

Gurgel nada fala sobre sua predileção fraudulenta pelos produtos de Steve Jobs. Dizer o quê também?

O corporativismo das categorias ligadas ao Judiciário é uma das maiores excrescências deste país. Adão e Eva foram expulsos do paraíso por causa de uma maçã e Gurgel parece que não será do Ministério Público por conta da versão high tech.

E à “grande imprensa”, cabem os ouvidos moucos diante das irregularidades de um dos protagonistas da sua última novela tragicômica. Da mesma forma que, além de notas de rodapé, contaram sobre a relação do ator global e deputado federal – pelo puxadinho do PSDB, o PPS – Stepan Nercessian e o bicheiro Carlos Cachoeira.








ATUALIZAÇÃO (13h 15min - horário de Brasília/DF)

A PGR emitiu nota sobre a preferência aos produtos Apple. Enrolou-se ainda mais. Leia mais aqui

3 comentários:

Anônimo disse...

Quem fiscaliza o Jô Soares cover?

Faz o que quer, age como bem entende, denuncia o que convém?



.
.
.

Helder

Anônimo disse...

Engraçado, se um mesmo delito é feito por 2 servidores públicos, só um deles servirá de Judas perante o público, se for petista servirá para o espetáculo telenoveleiro do PIG.

Voces sabem como está esta denuncia de corrupção milionária?
http://g1.globo.com/politica/noticia/2012/05/cnj-vai-investigar-desembargadores-denunciados-pelo-fantastico.html

Somente a funcionária perdeu tudo !, outros fazem que nem é com eles. Pra eles a justiça é leeennta, ou inexistente, pra eles NÃO HÁ "domínio do fato" (e ponha dominio nisso).

A notícia recente 2013:
http://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/2013/01/cnj-decide-reabrir-investigacoes-contra-desembargadores-do-tj-rn.html

Valerio

Rita Candeu disse...

esperar o PIG noticiar essas ações de Gurgel é o mesmo que pretender que macaco recuse bnanas