Blog do Cadu: A Folha quer o Serra

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

A Folha quer o Serra






A Folha de São Paulo quer o Serra como candidato a presidente em 2014. É visível sua insatisfação com o tucanato ao indicar o mineiro Aécio Neves. O impresso paulista nunca gostou muito do neto do Tancredo. Aliás, a elite paulista, em especial a paulistana, tem a certeza de ser o suprassumo do país. Não admitem que o candidato contra o PT seja outro senão um dos seus.

Qualquer menção em tom positivo ao senador mineiro é coisa rara. E como até as amebas sabem, a Folha não tem muito pudor em defender seus interesses.

Apoiou a ditadura militar e censurou um sítio satírico às suas publicações: o “Falha de São Paulo”.

Seu preferido é o José Serra, o privatizador. Segundo o próprio FHC, a ideia de tudo foi dele. Sem falar que Serra faz o jogo que a Folha adora: o sujo.

Quem não se lembra da ficha falsa do Departamento de Ordem Política e Social (DOPS) de Dilma durante a campanha presidencial de 2010,ou a bolinha de papel?

Mas independente de tudo isso Serra é paulista! E a elite paulista não gosta de nada que não seja paulista. Imaginem o ódio ao nordestino que ousou desmoralizá-los. E agora a mineira – gaúcha que segue seus passos.

Para ela e a Folha é como se São Paulo ficasse de fora do campeonato se Aécio for o candidato.

A charge publicada na Folha no dia seguinte ao discurso – longo e vazio – do senador mineiro mostra bem isso. Nela Aécio pergunta a FHC se as palavras povo e gente são do idioma francês.

Agora é Elio Gaspari que detona o mesmo discurso que é o pontapé inicial da campanha tucana para 2014.

Assim fica fácil entender o porquê de se inflar o amontoado de candidatos para 2014. Dividir os votos para ter segundo turno.

Tem o “caiu na rede é peixe” da Marina e tinha o Eduardo Campos do PSB. Tinha por que Roberto Amaral, vice-presidente dos socialistas, já dá sinais de que o partido de Arraes irá apoiar a reeleição de Dilma. O que não impede que o PSB se construa nesse tempo.

Enquanto o vampirão está em sua catacumba, seus agentes da luz do dia tentam destruir o intento mineiro. Serra está muito calado. Isso é sinal de sujeira a caminho.

O Alckmin é que deve estar perdendo o resto dos cabelos. Se Serra não for o candidato à presidência, pode ser que queira ser candidato ao governo de São Paulo.

Não bastasse a briga interna e a falta de agenda, Aécio trouxe para si o FHC. Não seria espanto se estivesse usando o ex-presidente apenas para garantir a legenda em 2014.

Aécio, que silencia a imprensa de Minas Gerais, também falou em defesa da blogueira cubana Yoani Sánches. Que por sua vez tornou-se parceira do principal “mamãe, eu sou reaça” do Congresso, o deputado Jair Bolsonaro.

Será um sinal de que ele estaria disposto a ir ao obscurantismo e ao que tem de mais conservador no país para ter o apoio da elite paulistana? Se for, será que vai adiantar?

Aécio será sempre o mineiro. E ainda por cima que adora o Rio de Janeiro!

4 comentários:

Adriana Vilela disse...

Sem duvida,a Folha mostra nitidamente que não aprova Aécio,e caça a tucanos pode ser suspensa,estão se abatendo uns aos outros ja inclusive.

RLocatelli Digital disse...

A rádio CBN (que é da Globo) dá notícias ruins sobre Minas Gerais, dia sim, outro também.

Eu também quero que o candidato seja o Zé Bolinha.

Dilma é favorita, seja contra Aébrio ou contra o Zé Bolinha. Mas, cá entre nós, com o Zé Bolinha na parada, é mais gostoso.

Anônimo disse...

Alguma dúvida de que o psdb 'adora' o Brasil? Olha o nível dos candidatos...



.
.
.

Helder

Henrique disse...

O Sr Enganador da Atômica Bolinha de Papel é o verdadeiro chefe da imprensa paulista - foi o que mais "doou", quando governador, etc... para a imprensa golpista.