Blog do Cadu: Para os médicos e FHC: menos

quarta-feira, 31 de julho de 2013

Para os médicos e FHC: menos



É sempre justo defender teses e reivindicar direitos. Como também é justo apresentar antíteses e questionar reivindicações. O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (FHC) e a Federação dos Médicos (Fenam) precisam olhar mais pela janela, ver a realidade concreta.

FHC afirmou em seu perfil no Facebook, logo após a divulgação dos dados do Índice de Desenvolvimento Humano por Município (IDHM) da ONU, que “Verdades da História sempre vencem a propaganda política populista”. Ele está meio certo. Também estão meio certos os médicos e sua Federação.

Os médicos realizaram manifestações contra o programa Mais Médicos. Vinte e dois estados aderiram ao chamado, segundo a Fenam. E as falas permanecem as mesmas: falta estrutura e querem nos escravizar – tirando o imbecil do primeiro ato dos médicos que logo virou meme na internet, essa fala é indireta. Não se escraviza ninguém por R$ 10 mil reais. Mesmo que seja como uma bolsa e não salário no sentido da legislação trabalhista.

Se for isso que os incomoda, o fato de ser bolsa, então paute, discuta, proponha. Mas pôr fim a um programa que até as pedras sabem que existe problemas de médicos no país, não. Sobre a infraestrutura, as mesmas pedras sabem que há problemas, como também existem postos de saúde onde há equipamentos novos e não tem quem opere. E fazer greve, como já chamou a categoria a fazer, não atinge o governo federal, atinge a população. Que já não tem médico.

O SBT realizou uma reportagem em São Paulo sobre médicos que apenas batem o ponto e vão embora. Não passavam de 15 minutos dentro do hospital (clique aqui para ver o vídeo). O jornal Tribuna Independente, de Alagoas, publicou uma reportagem na edição de 27 de julho, mostrando que há médicos que prescrevem remédios que não são do Sistema Único de Saúde (SUS) em troca de “benefícios” dos fornecedores. O esquema não fica apenas nos remédios, próteses e órteses.

Gestores do SUS em Alagoas afirmaram essa prática à Defensoria Pública do estado que revelou à imprensa. Representantes das secretarias municipal e estadual de saúde se esquivaram dizendo não poderem coibir esse tipo de prática, por que os médicos têm autonomia para atuar. Sobre esse tipo de coisa, que não deve acontecer apenas em Alagoas, a Fenam não diz nada. Calada estava, calada fica.

Também não dá para afirmar que isso é prática de todos os médicos do SUS ou mesmo de que quem é contra o programa concorda ou também tem esse comportamento. Menos.

Desenvolvimento Humano: FHC x Lula

FHC disse que, olhando os dados divulgados pelo PNUD/ONU sobre o desenvolvimento humano no Brasil que seu governo foi melhor do que o de Lula. Para variar, aproveitou o eco da “grande imprensa” que enfatizou meio estudo. Se olharmos a ilustração abaixo veremos a diferença brutal na qualidade de vida dos brasileiros em ambos os governos.


Uma imagem vale mais do que mil palavras. Além disso, como bem lembrou Eduardo Guimarães em seu Blog da Cidadania, a pesquisa do PNUD/ONU não menciona o Índice (ou coeficiente) de Gini. Ele é o instrumento usado para medir o nível de desigualdade de uma determinada localidade. Ele varia de zero a um. Quanto mais perto de zero, melhor. Explicações técnicas, pois envolve equações matemáticas, clique aqui




Se formos falar em criação de empregos, valorização do salário mínimo, criação de universidades e escolas técnicas, respeitabilidade internacional, FHC nem faz sombra, vamos combinar! Em geração d emeprego, seus oito anos foram abaixo do primeiro semestre de 2013. Um semestre de Dilma é melhor que os dois governos tucanos. Menos FHC, menos.

Na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicilio (PNAD), realizada pelo IBGE em 2011, mostra bem os gráficos da redução da desigualdade (clique aqui). FHC não passa de fraude completa. Mas o mais difícil de saber o que é pior, se ele falando bobagens constantemente ou a “grande imprensa” que o trata como farol. Coitado do Aécio que o tem como guru.

Mas em uma coisa FHC acertou, sejamos justos. “As verdades sempre vencem a propaganda”. Logo a privataria tucana e a lista de Furnas serão julgadas e os tucanos de alta plumagem pagarão pelos crimes cometidos contra o país. Talvez por isso ele já tenha adquirido um “humilde aconchego” em Paris.

5 comentários:

Jesus Divino Barbosa de souza disse...

cadu, veja isso:

http://marcelotoler.blogspot.com.br/2013/07/podcast-mais-medicos-x-corporativismo.html

Jesus Divino Barbosa de souza disse...

Veja também:

http://jesusprev.zip.net/arch2010-01-01_2010-01-31.html#2010_01-22_18_25_34-129422711-0

Jaime Balbino disse...

Cadu,
Quando se fala que remuneração de R$ 10 mil para quem escolhe trabalhar para o governo no interior é escravidão se está sendo ridículo e mau-intencionado. Tá se queimando feio e se fazendo os outros pensarem que é burro. Só isso.
Mas quando se considera que isso não devia ser bolsa mas salário, se está criando uma falsa polêmica: se for contratar assim teria que fazer concurso público e não poderia ser por 2 anos apenas. Fica complicado. Também incidem sobre salário encargos trabalhistas, imposto de renda e outras questões que somam muito mais do que um 13o salário. O médico também poderia inventar afastamento só para continuar recebendo sem trabalhar e deixando a população desassistida.
Sobre bolsa os encargos são menores para o empregador e nenhum para o médico. Há seguro garantido em caso de afastamento justificado do trabalho, mas ele não será no valor dos 10 mil porque isso está vinculado à prestação do serviço e não é salário.

JORGE PEREIRA disse...

Vamos como Jack, por partes: 1) Se os médicos são contrários, é um direito, mas não precisam sabotar e ir contra quer participar do programa. Ficam meio infantis, tipo: Não quero brincar, e não deixo niguém brincar; 2) Médicos que direcionam medicamentos "amigos" sempre existiram (mau carater). Inclusive minha Mãe diz que quando vamos ao particular o remédio indicado é sempre mais caro; 3) Médicos baterem ponto e irem para a consulta particular exite há decadas (mau carater)mas o chefe e o MP, É só para Petista? 4) FHC roubou o Plano Real do Itamar. "Deu" a Vale. E iria dá a Petrobras, BB e Caixa. E agora quer roubar o IDH?

Anônimo disse...

FHHC deveria ter vergonha na cara.






.
.
.

Helder