Blog do Cadu: Nota do PT à sociedade alagoana

terça-feira, 18 de dezembro de 2007

Nota do PT à sociedade alagoana


NOTA PÚBLICA



A Direção Estadual do Partido dos Trabalhadores – PT, diante dos fatos que ocorreram nos últimos dias, fruto da Operação Taturana da Polícia Federal - PF que prendeu, indiciou e seqüestrou bens de membros da Assembléia Legislativa de Alagoas por suposta participação em esquema de corrupção na Folha de Pagamento da ALE, do uso de laranjas e recebimento fraudulento de restituições do Imposto de Renda, vem a público externar total apoio à iniciativa do Ministério Público Federal – MPF e da Justiça Federal, que culminou com a ação da Polícia Federal em Alagoas, enfrentando e combatendo o crime organizado e a corrupção que estão entranhados nas estruturas das instituições públicas em Alagoas.

Defendemos a total transparência dos recursos financeiros provenientes dos duodécimos da Assembléia Legislativa de Alagoas, do Tribunal de Justiça de Alagoas – TJ/AL, do Tribunal de Contas de Alagoas – TC/AL e do Ministério Público Estadual – MP/AL, em nome da transparência e da seriedade no trato do dinheiro do povo alagoano, se faz necessário que esses poderes sejam inscritos no SIAFEM – Sistema Integrado de Administração Financeira dos Estados e Municípios.

O indiciamento de membros da Mesa Diretora da Assembléia Legislativa de Alagoas nesse esquema vergonhoso de corrupção e desvio de dinheiro público coloca em xeque o Poder Legislativo de Alagoas e coloca sob suspeição todos os deputados estaduais citados na Operação Taturana. Desse modo, estamos orientando os nossos parlamentares, Deputado Judson Cabral e o Deputado Paulão a se posicionarem, através de apresentação de requerimento, pelo afastamento imediato dos cargos da Mesa Diretora da ALE de todos os deputados envolvidos nesse esquema que enlameia a Casa de Tavares Bastos e envergonha o povo alagoano. Essa orientação visa resgatar a imagem da ALE que deve representar genuinamente os interesses do povo alagoano.

O PT tem se colocado historicamente no combate intransigente ao banditismo, aos crimes de mando e à corrupção que tem se generalizado no Estado de Alagoas. É necessária e urgente a reestruturação das instituições públicas de Alagoas, em defesa da ética, honestidade e moralidade no trato das coisas públicas.


Maceió/AL, 17 de Dezembro de 2007

Partido dos Trabalhadores - PT

Diretório Estadual - AL

Nenhum comentário: