Blog do Cadu: 2007. Êita anozinho agitado.

quinta-feira, 3 de janeiro de 2008

2007. Êita anozinho agitado.

Mais um ano acabou e com ele vieram situações de alegria e frustração. Como todos os anos, a vida nos mostra um percurso repleto de percalços em todas as esferas. vou tentar nesse post elencar o que mais me chamou a atenção.

No mundo tivemos algumas confirmações e algumas surpresas. A grande confirmação foi a sede sanguinária de Bush. Suas guerras continuaram e as potências ricas do planeta se mantiveram curvadas à ela. A surpresa foi no plebiscito da reforma constitucional na Venezuela, Chávez foi derrotado, por uma diferença irrisória, mas foi. O que não foi novidade foi a postura da mídia em geral, atacar totalmente a proposta de reforma constitucional. Dentre outras coisas, nela se previa a redução da jornada de trabalho e a inclusão de milhares de venezuelanos na previdência social da Venezuela.

Se lembram daquele canal de televisão que tentou dar um golpe de Estado lá? A RCTV? Pois é, Chávez, usando de sua prerrogativa de presidente e direitos legais, não renovou a concessão dessa emissora. Fez muito bem!

No lugar dele, o que você faria?

No Brasil as coisas andaram bastantes agitadas em 2007. Não conseguirei levantar todas aqui, apenas as que mais me chamaram a atenção. Qualquer coisa você coloca um comentário aí abaixo.

Pra variar a mídia brasileira não descansou um minuto sequer nos ataques à Lula. Porém algumas coisas ela teve que, como diria Zagallo, engolir. Algumas, nós tivemos que engolir, como o fim da CPMF. São R$ 40 bilhões a menos para se investir em programas sociais.

Tivemos a renúncia da presidência do Senado de Renan Calheiros. Ele não aguentou a pressão.

O MPF e a PF nunca trabalharam tanto e com tanta autonomia, vide as diversas operações para prender criminosos de colarinho branco. Aqui em Alagoas teve um monte delas.

O país melhorou em todas as áreas, o quê não significa que ainda há muito pra avançar. milhares de pessoas saíram da faixa da pobreza, podendo agora viver com um pouco mais de dignidade.

Milhões de empregos com carteira assinada foram criados em 2007, as exportações aumentaram e o Brasil nunca teve tanta moral lá fora.

Na educação, dezenas de novos CEFET's foram e estão sendo criados nas regiões mais distantes do país. Nas Universidades Federais a mesma coisa, a interiorização das IFES se iniciou em 2006 e teve término em 2007. No ano passado foi criado o Programa de Reestruturação e Expansão da Universidades Brasileiras - REUNI, o que não é a mesma coisa da interiorização. Cercado de polêmicas, como metas de 90% de conclusão de curso ao final de 05 anos, o REUNI foi aprovado em 100% das IFES no Brasil.

O fundamental do REUNI era o debate em cada universidade sobre sua visão de reestruturação e expansão, a depender da correlação de forças em cada IFES. Dessa correlação, dependia também o nível dos debates e de participação das comunidades acadêmicas das universidades.

Ainda em esfera nacional, e como estamos falando de educação, tivemos o 50º congresso da União Nacional dos Estudantes - UNE. A UNE que também esse ano conseguiu recuperar seu terreno na Praia do Flamengo, 132 no Rio de Janeiro. Sua sede fora destruída pelo regime militar.

Por aqui em Alagoas as coisas não vão nada bem. Primeiro o governo do estado que não consegue dizer a que veio, ou pior , ele deve ter vindo pra isso mesmo. Cumprindo à risca a cartilha de desmonte do Estado do PSDB, Téo Vilela desde do dia 15 de Janeiro de 2007, não passou um único dia sequer sem que pelo menos uma categoria do serviço público estivesse em greve.

O que salvou minimamente foi o governo federal com os recursos de suas ações. Pra se ter uma idéia, Alagoas é um estado dominado pela cultura da cana-de-açúcar. Pra cada R$ 1,00 produzido pela usinas vieram R$ 3,00 de ações federais.

A PF realizou uma operação de nome Taturana para investigar um desvio de R$ 200 milhões da Assembléia Legislativa de Alagoas. Essa operação mostra bem como a Polícia Federal e o MPF estão tendo autonomia como nunca antes no Brasil. Vários deputados/coronéis daqui algemados e prestando depoimentos. Uma coisa tá levando à outra. Cícero Ferro foi preso pro assassinato do vereador de Delmiro Gouveia, Fernando Aldo.

2007 foi um ano com bastante ação por parte dos movimentos sociais, da cidade e do campo. Mesmo que algumas vezes elas tenham tido uma postura equivocada., mas no geral foram bastante positivas. Houve mais unidade por parte dos movimentos que até impediram a cassação do Procurador-geral do estado, Coracy Fonseca por parte de alguns colegas exdruxulos.

Em Maceió, o prefeito Cícero Almeida (PP), mantém sua popularidade em alta. A cidade está um canteiro de obras. Obras, aliás que contém boa parte de seus recursos vindos do governo federal. Ele está, literalmente, gozando com o pau dos outros. Já na parte de educação e saúde, por exemplo...

Assim como em 2007, a passagem de ônibus vai aumentar. Agora é para R$ 1,80. O que no minímo significa R$ 108,00 no bolso do trabalhador. Nessa luta contra o poderio das empresas de transporte daqui, o movimento estudantil obteve uma grande vitória. O prefeito lançou mão de um decreto que limitava o uso da meia-passagem apenas aos horários de aula. Com a ocupação da Secretaria Municipal de Finanças, conseguimos derrubar esse decreto.

2008 promete. Com certeza também teremos um ano bastante agitado. É ano de eleições municipais e a coisa na política deve esquentar. Devemos estar atentos.


Clique nas fotos para aumentá-las.

Muitos dos temas citados foram postados aqui no Blog. Dá uma procurada nos marcadores aí do lado.

Nenhum comentário: