Blog do Cadu: 40 anos do inesquecível.

terça-feira, 3 de junho de 2008

40 anos do inesquecível.



1968 foi um ano marcante não só na história brasileira, mas mundial. Manifestações estudantis em todas as partes do país e no estrangeiro a que mais chamou a atenção foi em Paris.


No Brasil, esse foi o ano do AI-5, pior ato da ditadura militar. Era proíbido de tudo. Não se podia fazer reuniões, não se podia organizar entidades estudantis e sindicais (a não ser se fosse "chapa branca" da ditadura), ser comunista então...


Fechou-se o Congresso, prenderam-se milhares de oposicionistas e suprimiram-se as liberdades civis que ainda restavam. A partir daí, muitos jovens aderiram a luta armada entrando para organizações políticas clandestinas, armadas ou não. Por volta de 1972 o regime militar esmagara todas elas, fazendo com que os sobreviventes se exilassem ou fossem condenados a longas penas de prisão.



A sede da UNE foi destruída. Esse foi o primeiro ato do AI-5. A violência tornou-se a tônica oficial do Estado brasileiro. Houve muita resistência. 100 mil nas ruas marcharam pelas ruas do Rio de Janeiro exigindo abrandamento da repressão, o fim da censura e a redemocratização do pais. Abaixo à Ditadura!


O estudante Edson Luís, assassinado pelos militares em 68 em frente ao restaurante Calabouço, foi homenageado com um monumento no Rio de Janeiro. Justa homenagem!


Em outubro, ao organizar clandestinamente o 30º congresso da UNE em Ibiuna no interior de São Paulo, 1200 foram presos. As principais lideranças, entre eles Vladimir Palmeira e José Dirceu, caíram nas mãos da policia numa só operação.


Esse foi sim, o ano da direita mais podre do Brasil.


Será que algo realmente mudou?


Digo, na estrutura, coisa concreta.


Penso que sim. Hoje podemos nos reunir, nos organizar, podemos até falar do presidente. Mas é só isso?


Só?!


Que mané só?!


Isso é a base para as mudanças radicais que a esquerda sempre defendeu. Democracia!


Precisamos ficar sempre alertas para que momentos como de 1968 não voltem mais. Precisamos nos organizar. Votar em pessoas ligadas à luta do povo. Estar atentos(as)!


Cobrar e fiscalizar.


E claro, nunca em detrimento do que foi dito, defender e propagar os ideais do Socialismo!!!


Parabéns ao povo brasileiro por ter se livrado da ditadura militar!


Agora é acabar com as desigualdes sociais!

Clique nas fotos para aumentá-las!!!

Um comentário:

Anônimo disse...

olha cadu não podemos ser em hipotes nem uma a favor de farizeus do regime autoritario deça coisa chamada militarismo e junto com os seus criados chamados policia civil e o certo erra não ter nas fileiras de nem hum partido politico integrantes de policia nem uma por que no passado eles nos combatia como animais inracionais chega dessa gente nos partido politicos porque eles querem fazer projetos para os seus intregrantes não da mas para surpota a ditadura incubada nos partidos.