Blog do Cadu: Falso testemunho

domingo, 20 de julho de 2008

Falso testemunho

Deu no site do Jornal EXTRA (clique aqui)



ALE emite certidão falsa em favor de Cláudia Brandão

Deputada não preenche requisitos exigidos para o cargo de Conselheira do Tribunal de Contas

Da Redação



O Diretor de Recursos Humanos da Assembléia Legislativa de Alagoas, Aluizio Jorge de Albuquerque, expediu uma certidão afirmando que a deputada Cláudia Brandão integrou o quadro de servidores efetivos da ALE no período de 02 de janeiro de 1995 a 30 de janeiro de 2007, na função de Coordenador-Geral da Assessoria Legislativa. Pelo documento, a deputada teria exercido o cargo por 12 anos, atendendo assim uma das exigências para exercer a função de conselheira do TC. O diretor de recursos humanos da ALE certifica ainda que Cláudia Brandão recebia salário pela folha 101 – dos servidores efetivos – e não pela famigerada folha 108, clandestina.


O problema é que nenhuma das informações constantes do documento assinado por Jorge Albuquerque é verdadeira, o que leva a conclusão de que a ALE emitiu uma certidão fraudulenta para beneficiar a recém nomeada conselheira do TC.


A fraude começa pela informação de que Cláudia Brandão integrou o quadro de servidores efetivos a partir de fevereiro de 1995, o que não é verdade. O jornal Extra teve acesso a folha de efetivos referente ao período de 1995 a 2007 e nela nunca constou o nome da deputada. E nem poderia constar porque depois de 1988 o ingresso no serviço público só era possível através de concurso, o que nunca aconteceu na Assembléia de Alagoas. Logo, ela não poderia integrar a folha 101, como atesta a falsa certidão.


Outra fraude: a certidão fajuta afirma que Cláudia Brandão coordenava a Assessoria Geral do Poder Legislativo, quando na verdade este cargo é ocupado – até hoje – pelo ex-deputado Francisco Porcino. Cláudia Brandão era na verdade secretária-parlamentar do marido, o então deputado Celso Luís, e nunca compareceu ao local de trabalho. Recebia gordos salários pela famigerada folha 108, o que configura a ausência da idoneidade moral exigida dos que aspiram ao cargo de conselheiro do TC, o nosso tribunal de faz-de-conta.


A falsa certidão emitida pelo diretor de RH da Assembléia Legislativa de Alagoas é avalizada pelo vereador Marcelo Malta e pelo advogado e candidato a desembargador do TJ, Marcelo Teixeira, que embarcaram na mesma fraude. A dupla assinou declarações dando seu testemunho de que Cláudia Brandão é servidora da ALE há 12 anos, o que revela a armação montada pela ALE para salvar a pele da deputada e garantir sua nomeação para o TC.


A fraude deve ser investigada pela Polícia Federal, que também precisa fazer uma devassa nos atos administrativos da ALE que culminaram com a nomeação do conselheiro Otávio Lessa e a indicação de Rosa Albuquerque e de Cícero Amélio para o Conselho do Tribunal de Contas do Estado.


No caso de Otávio Lessa, o objetivo de sua nomeação foi garantir a aprovação das contas furadas do irmão-governador, que deixou um rombo de R$ 500 milhões nos cofres do Estado, e ainda assim teve as contas recomendadas pelo TC. Uma vergonha.


Já a indicação de Rosa Albuquerque, Cícero Amélio e Cláudia Brandão tem como objetivo maior garantir a impunidade da organização criminosa que desviou R$ 280 milhões da folha da ALE. Só que no caminho tinha uma Operação Taturana e aí o barraco desabou.

5 comentários:

Anônimo disse...

Esse Estado é uma vergonha!
Um candidato a juiz e um vereador metidos nisso.
Bom, espero que um não se torne juiz e o outro não tenha a cara de pau de ser candidato a reeleição.

Anônimo disse...

parabéns pelo blog cadu
alagoas nao pode adimitir esse tipo de coisa. temos que dar uma resposta pra esse povo safado que diz nos representar

Anônimo disse...

é por esse tipo de coisa q alagoas anda na contra mão do brasil... agora é esperar a PF trabalhar e então prender toda essa quadrilha, inclusive suas ramificações na assembleia!

abraço cadu! parabens pelo blog!

Unknown disse...

O Estado é lindo, com uma beleza natural sem igual,o que envergonha é políticos como Marcelo Malta! Nossa resposta tem que ser nas urnas! ;)

Anônimo disse...

Eu vi uma propaganda desse Marcelo Malta, ele é candidato de novo. Vergonha. Só falta esse cara ganhar pra esse Estado se afundar de vez.