Blog do Cadu: Bolsonaro: Mamãe eu sou reaça...

terça-feira, 29 de março de 2011

Bolsonaro: Mamãe eu sou reaça...


Estamos às vésperas de lembrar uma data triste na História do Brasil. Os 47 anos da ditadura militar em 1º de abril, embora os militares insistam em dizer 31 de março (apenas para não ficar no mesmo dia da mentira). E depois de tudo pelo qual este país passou, os desaparecidos políticos, as torturas e o prejuízo geracional na política brasileira, ainda tem gente que sente falta dos militares no poder.

Recentemente os clubes militares lançaram uma carta repleta de saudosismo à ditadura (veja aqui), mas o que mais chamou a atenção na semana do aniversario do golpe militar foi a postura de um dos maiores defensores desse período nefasto da História brasileira, o deputado federal pelo RJ, Jair Bolsonaro.

Que Bolsonaro sempre foi um idiota, todo mundo sabe, mas que vê-lo expor sua idiotice sempre é algo muito desagradável. No Programa “humorístico” CQC da rede Bandeirantes de televisão, esta criatura mais uma vez expôs seu ódio ao povo brasileiro, ao povo brasileiro mesmo e não a parte elitizada e branca, moradores da zona sul do Rio de Janeiro.


Esta criatura feita de carbono disse sentir saudades dos ditadores militares como Geisel e Figueiredo, o mesmo que disse que preferia o cheiro dos cavalos que o de gente.

Mas gente que concorda com essa visão de Brasil tem aos montes por aí, infelizmente. Se não fosse a campanha do Serra (PSDB) à presidência não teria tomado o rumo que tomou. Campanha raivosa e explorando os sentimentos mais odiosos e preconceituosos de parte do povo brasileiro. Quase uma guerra santa.

Agora peço desculpas por fazer vocês, meus amigos e minhas amigas, assistirem tamanha imbecilidade. 


3 comentários:

Aichego disse...

Caro Cadu,

acho que você cometeu um engano na sua crítica. Sou uma carioca branca, moradora da zona sul, certamente elite (classe media, formação universitária) e eu, como meus conhecidos todos (sejam outros da elite ou fora dela), sou contra TUDO o que esse homem diz. Ele discrimina o povo excetuando os brancos racistas homofóbicos e reacionários como ele.

um abraço,
Barbara

Cadu Amaral disse...

Não me referí a você nem a seus amigos, mas à uma parte de nossa sociedade que se comporta assim e que são em maioria branca e no caso do RJ, moradores da zona sul.

Rodrigo Louriçal disse...

Olha sei não viu, quando acontecer a revolução armada ele está no topo da lista.