Blog do Cadu: Ô insistência

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Ô insistência






Todos os dias a boa e velha grande mídia golpista, aquela mesma que apoiou o regime militar, tentou manipular eleições contra Brizola no RJ e as eleições presidenciais que Lula disputou transformando bolinhas de papel em tijolos tentam fazer parecer que, mais uma vez, a corrupção apareceu no Brasil a partir de 2003.


Todos os dias. Em especial no telejornal apresentado pelo mais “nobre” casal global, Willian Bonner e Fátima Bernardes.

Uma louca e vã tentativa de jogar Lula contra Dilma. Super dimensionam o encontro entre Dilma e FHC no lançamento do programa de erradicação da miséria em SP com os governadores da região sudeste.

Tsc, tsc...

O nome disso é institucionalidade. Gostemos ou não.

Dilma saiu de poste à caçadora de corruptos. Mas sempre com umas pitadinhas de maldade ao deixarem nas entre linhas, quando não abertamente mesmo, que a corrupção é e só começou no Brasil no governo Lula.


Foi no governo Lula que a PF, MPF e CGU passaram a ter total liberdade de investigar qualquer ilícito no governo federal. Nos tempos nada nostálgicos de FHC não tínhamos um Controlador Geral da República, tínhamos um “Engavetador” Geral da República.

Vide emenda da reeleição.

Um dos maiores atos de corrupção da História do país foram as privatizações. Aqui não faço debate sofre se deveria ou não fazer tais privatizações.

Nossas estatais foram vendidas à preço de banana e já se sabia quem compraria. O próprio Serra, ainda em campanha eleitoral junto com seu pária FHC, já negociava o petróleo da camada pré-sal recém descoberta.

Sobre as privatizações, sim, acho que elas não deveriam ter ocorrido. A telefonia celular, que tanto os tucanos gostam de tagarelar por aí, tem os piores e mais caros serviços do mundo aqui no Brasil.

Quem nunca teve problemas com as empresas de telefonia móvel, hein?

Se a Rede Globo gostaria tanto que se acabasse a corrupção no país deveria lançar uma campanha para voltar a CPI das ONG’s. A maior ONG do Brasil é a Fundação Roberto Marinho.

Mas a Globo e o resto da grande mídia golpista não quer saber de investigações nos seus mal feitos.

É o velho: faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço.

A corrupção é inerente ao sistema capitalista. Não afirmo aqui que nas experiências socialistas não houveram ou não há corrupção. Nada disso.

Até porque a nova sociedade se constrói a partir da velha. Com seus valores, inclusive.

Voltando ao nosso PIG, estes tentam inflamar o povo num ato contra a corrupção.

Louvável, mas a maioria do povo não cai mais nesse trololó, como diria o candidato vampiro...

O povo sabe que a vida está melhorando, mesmo não no ritmo que se gostaria e até devirá, mas está.

E isso a direita brasileira não suporta.

Nenhum comentário: