Blog do Cadu: Dilma porreta!

sábado, 9 de março de 2013

Dilma porreta!


A cesta básica está livre de impostos federais. Foi o que anunciou a presidente Dilma em cadeia nacional de rádio e TV no dia 08 de março, Dia Internacional da Mulher. Esta medida que aumenta a qualidade de vida, principalmente dos mais pobres, soma-se à redução da taxa de luz, a redução dos juros a níveis civilizados e a destinação em 100% dos royalties do petróleo para a educação.

Agora junte tudo isso à política de valorização do salário mínimo – maior conquista dos trabalhadores brasileiros – existente no país há alguns anos e a nossa condição de pleno emprego. O Brasil, mesmo com inúmeras dificuldade e campanha dos agourentos de plantão, está um país mais justo para seu povo.

Também foram redefinidos os componentes que compõe a cesta básica. Agora fazem parte dela as carnes bovinas, suína, aves e peixes; o velho arroz com feijão, ovos, leite integral, café, açúcar, farinhas, pão, óleo, manteiga, frutas, legumes, sabonete, papel higiênico e pasta de dentes. E mais uma vez o PSDB esperneia afirmando que a ideia era dele. Já repararam quantas ideias teve o tucanato mas nunca pôs em prática. Logo, vão dizer que a ideia de criação do mundo foi deles, mas deixaram para deus fazer.


O que o PSDB fez foi onerar tudo que pôde, desde que fosse para os mais pobres. Aumentar o lucro especulativo no Brasil e vender patrimônio do povo a preço de banana. Pelo visto, Aécio – ou outro nome da oposição ou base “mui amiga” – não será presidente a partir de janeiro de 2015. depois desse anúncio qual será o factoide que eles vão inventar?

Ao anunciar a redução da tarifa de energia, o PSDB protocolou ação questionando a cor da roupa de Dilma usada no anúncio. “Vermelho é a cor do PT”, mas segundo estilistas, a cor usada por ela era “rosa chiclete”. Esse é o nível de nossa oposição. Mover ações contra cor de roupa.

Não causará estranheza se Míriam Leitão ou Sardemberg, inventaram gráficos e falas de economistas que ninguém sabe quem são afirmando que a redução é falsa por que outros fatores que envolvem o consumo dos produtos da cesta básica aumentarão de preço, como por exemplo o valor dos estacionamentos dos supermercados. Afinal, a frequência nesses estabelecimentos deve aumentar. Também não seria estranho que os “analistas” do Manhattan Connection da Globo News soltem suas pérolas.

“Essa desoneração é migalha. Aqui em Veneza não se come pão francês e sim, brioches”. Esse tipo de fala é a cara do Diogo Mainardi. Não se pode esquecer da “coisa feita em papel couché”, Veja. Alguém duvida que ela publique uma pesquisa feita não se sabe onde por sabe-se lá quem afirmando que essa medida causará surto de obesidade no país?

Com o nível da nossa autoproclamada “grande imprensa”, não. Veja lança capa afirmando que há na Venezuela uma “herança sombria” enquanto o povo não sai das ruas para velar Hugo Chávez. Talvez as trevas que se refere Veja seja o futuro da direita naquele país. Trevas que a direita brasileira parece se embrenhar. Seu último sopro é o (falso) moralismo e a “grande imprensa”, com um suspiro de Judiciário. Nessa toada Dilma segue aprofundando o projeto de desenvolvimento econômico com inclusão social iniciado em 2003 com Lula.

De quebra Dilma ainda mandou um recado para os covardes machistas que gostam de bater em mulher, física e moralmente. “"Faço um especial apelo e um alerta àqueles homens que, a despeito de tudo, ainda insistem em agredir suas mulheres. Se é por falta de amor e compaixão que vocês agem assim, peço que pensem no amor, no sacrifício e na dedicação que receberam de suas queridas mães. Mas se vocês agem assim por falta de respeito ou por falta de temor, não esqueçam jamais que a maior autoridade deste país é uma mulher, uma mulher que não tem medo de enfrentar os injustos nem a injustiça, estejam onde estiverem".

Por fim, reproduzindo o perfil “Dilma Bolada” das redes sociais: “Eita, presidenta porreta!”


3 comentários:

Silva disse...

Cadu, nesse link tem a fala do deputado tucano Bruno Araújo falando que eles copiaram a ideia do PT, mas que foi um "plágio do bem".

http://goo.gl/JlWob

Débora Gutierrez R Clemente disse...

Cadu,

Depois disto tudo dito, nem tem o que comentar. Ela é craque em administrar, você em escrever. Parabéns pelo ótimo texto.
Débora G.R.Clemente

Anônimo disse...

Mais um grande acerto de Dilma, sem mais.

Mudando de assunto, esse mania dos tucanos de querer a "paternidade" de tudo que o PT implementa é "herdada" do FHHC? Eita mania de assumir o que os outros fizeram, hein... rs


.
.
.

Helder