Blog do Cadu: Mais de 4 mil mortes! Açúcar demais faz mal

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Mais de 4 mil mortes! Açúcar demais faz mal



Nos últimos 22 meses foram assassinados em Alagoas 4150 pessoas, segundo dados da Comissão de Direitos Humanos da OAB estadual. Os dados apresentados ontem (10) não contabilizam os números de novembro. Somente nesse ano, segundo a OAB, foram assassinadas, até outubro, 1874 pessoas. De acordo com reportagem do Jornal Gazeta de Alagoas, a estatística oficial aponta 209 mortos no penúltimo mês do ano de 2013 que, se somados, chega a 2083.

As informações da Ordem dos Advogados contabiliza uma redução de 2,44% no número de homicídios no estado. Sempre lembrando que não foram contabilizados os números de novembro. Os dados oficiais apontam redução em torno de 3%. Ou seja, há estabilidade no número de pessoas assassinadas em Alagoas.

Após um ano e meio de implantação do Programa Brasil Mais Seguro, do governo federal e, R$ 210 milhões investidos, os resultados não aparecem. A projeção, segundo a reportagem do jornal Gazeta de Alagoas, é que 2013 termine com mais mortes do que 2012. O que contradiz os dados até aqui.

Os dados da OAB revelam que 189 pessoas foram mortas por mês em um ano e dez meses. A OAB informou que a maioria deles são jovens negros e pobres. De janeiro a outubro de 2013, foram assassinados 904 pessoas entre 15 e 25 anos. Sendo 868 homens e 36 mulheres. Trinta e três jovens a mais do que o ano de 2012.

Somente as propagandas oficiais do governo do estado e Regina Miki, secretária nacional de segurança pública do Ministério da Justiça, aprovam a execução do Brasil Mais Seguro em Alagoas. De fato o valor investido não é pouco, mas não consegue imprimir resultados.

A discrepância entre o real e o vinculado na tevê e nas rádios em propagandas oficiais do governo do estado é algo revoltante. Talvez por que Téo viva no mundo da lua. Sim, segundo o vereador em Maceió, Wilson Júnior (PDT), as viagens do governador dariam para ir à Lua e voltar. Foram gastos desde 2007, segundo Júnior, R$ 18 milhões com aluguel de aeronaves.

Enquanto isso falta mais investimentos nos policiais. Falta diversificação da economia do estado para gerar mais oportunidades a todos e aumente a riqueza produzida aqui. Mas isso é pedir que o escorpião picasse a si mesmo. Téo é usineiro e usineiros mandam em Alagoas desde antes Alagoas ser um estado.

Todas as instituições alagoanas seguem os valores e os ditames dos senhores de engenho. Em todo lugar tem usineiros ou prepostos. Alagoas vai morrer de diabetes de tanto açúcar. Entre os sintomas da doença estão a visão turva e a demora para cicatrização de feridas.

A visão turva pode se ver nas propagandas oficiais e a demora na cicatrização é mais que evidente. Os estragos feitos em Alagoas pelo domínio dos senhores de engenho vai levar anos, décadas para sanarem. Não importa que se joguem rios de dinheiro aqui, isso só garante a sobrevida, não a cura. Realmente açúcar demais mata.

Nenhum comentário: