Blog do Cadu: Para quê serve o livro de boataria de Tuma Júnior?

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Para quê serve o livro de boataria de Tuma Júnior?



A boataria anti PT virou livro. Romeu Tuma Júnior lançou o "Assassinato de reputações - um crime de Estado". A obra é escrita por Claudio Julio Tognolli que também participou de um livro do Lobão.

A obra assinada pelo ex-membro da Secretaria Nacional de Justiça é um apanhado de todos os boatos contra Lula e o PT espalhados na internet e pela “grande imprensa”. De fabricação de dossiês a até, imaginem, de que Lula foi informante da ditadura (?!).

Tuma Júnior foi defenestrado da Secretaria Nacional de Justiça em 2010 por associação ao esquema de contrabando de Li Kwok Kwen. À época, Veja, Estadão e todos os veículos de comunicação da “grande imprensa” fizeram campanha sistemática, bem ao seu estilo inquisidor, para que Tuma deixasse o órgão do governo federal.

Tuma caiu e, ao que parece agora, guardou um rancor sem tamanho. Declarações de seu irmão, o médico Rogério Tuma, diante do episódio da morte de seu pai, o ex-senador Romeu Tuma, contradizem as acusações de Júnior. Rogério afirmou que o ex-senador – que também era delegado da Polícia Federal – salvou Lula de ser morto pelo regime de 1964.

O tratamento dado ao lançamento desse livro é o típico fato em que a mídia golpista nacional mostra bem como é. Tuma Júnior saiu de muambeiro a herói. Sequer questionaram as afirmações de seu irmão sobre Lula e a ditadura; sequer questionaram que toda a boataria publicada em forma de livro jamais foi provada durante anos.

Cada episódio que Tuma Júnior quer “revelar” em seu livro não é mais do que tentativas de requentar histórias da carochinha. Esperar o quê de uma publicação que tem como coautor um parceiro do “ajuizado” Lobão?

O livro é um apanhado de sandices da internet, com vista às eleições de 2014. Prato cheio para acadêmicos que queiram estudar a proliferação de boatos na rede mundial de computadores. Apenas isso e nada mais!

Um comentário:

Carmen Regina Dias disse...

Cadu, magnífica matéria. Por acaso eles pularam as "propriedades" do filho do presidente Lula, como a área e construções da Faculdade de Agronomia Luis de Queiróz? Porque esta informação não pode faltar aos interessados.

Gostei muito de ler, fiquei mais apaziguada, agora. Estava com um novo adverso, pois entrei no perfil do lobobão e aquilo amargou ainda mais minha bile.

grata por sua chegada aqui.


abraços

carmen