Blog do Cadu: Brasil: prisão só para preto, pobre, puta e petista

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Brasil: prisão só para preto, pobre, puta e petista



Com a prisão-espetáculo de Dirceu e Genoino, promovida por Joaquim Barbosa, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), muita gente jurou que o ciclo da impunidade no Brasil estava encerrado ou em vias de encerrar. Esses já nutriam tal sentimento durante o julgamento-novela às vésperas das eleições municipais em 2012.

Como sempre foi artifício da direita no Brasil, o discurso do “mar de lama” é o principal motor das campanhas conservadoras contra governos de caráter popular. Foi assim no meio do século XX e é assim agora.

Inflamam contra a Copa do Mundo, alimentando um sentimento de revolta artificial por causa dos custos que um evento desse porte exige. Em resumo as falas são que ao invés de se investir para ter o campeonato de futebol, se deveria investir em educação e saúde, por exemplo.

Dando o mínimo de crédito a tais argumentos, não seria o caso de tentar barrar o carnaval, as novelas e big brothers da vida? Sim, por que os canais de televisão recebem verbas públicas e esses tipos de programas em nada somam ao desenvolvimento de nosso povo.

Só lembrando que o retorno financeiro previsto pela realização da Copa do Mundo é na marca dos R$ 185 bilhões. E dinheiro público é para infraestrutura.

Mas voltando ao tema da impunidade e o sentimento de que isso está acabando no Brasil por causa do STF. Ora, na última década, nunca a Polícia Federal e Ministério Público tiveram tanta liberdade para investigar e prender envolvidos em corrupção, não importando a coloração partidária. E isso é fato! Também é fato que a dificuldade em prender os corruptores é enorme.

E aí segue uma curiosidade: entre os que desejam que não tenha Copa ou mesmo que o Supremo faz um brilhante trabalho por prender petistas, estão os agentes do outro lado da moeda corrupção. Em maior ou menor escala. Pode até ser triste, mas é verdade.

Enquanto os conservadores e moralistas de plantão comemoram a prisão de Dirceu e Genoino. Roberto Jeferson está solto por causa do salmão. Isso mesmo, salmão. Aquele peixe de cor alaranjada caro pra chuchu. Para quem não se lembra, Jeferson foi o delator do que chamou de “mensalão”.

Segundo sua fantasia, o PT pagava para parlamentares votarem nas propostas do governo no Congresso. No legislativo nacional é bicameral e não há um senador acusado de receber o que quer que seja para votar com o governo. Dos 513 deputados, menos de dez foram acusados, a maioria do próprio PT. Somente alguém com inteligência bem abaixo da média poderia acreditar que o PT pagaria o PT para votar em si mesmo.

Outro detalhe é que Jeferson foi cassado por não provar seu conto da carochinha. E Dirceu foi cassado por chefiar o esquema que não foi provado.

Mas enquanto alguns se regozijam ao ver Genoino e Dirceu presos, fazem vistas grossas para a situação do ex-senador Demóstenes Torres. Parceiro do bicheiro Carlinhos Cachoeira em esquemas de desvio de dinheiro público e chantagens sem fim. Com o uso de Veja, diga-se de passagem.

Primeiro que ele foi aposentado compulsoriamente por ser procurador, recebendo a singela quantia de R$ 22 mil de salário. Segundo que o mesmo passou a virada de ano na Itália. Livre, leve e solto na cidade de Firenze. Suas fotos ao lado da esposa foram publicadas no Blog da Cidadania, de Eduardo Guimarães.

Sem contar o trem descarrilado em São Paulo, a privataria, a emenda da reeleição, Daniel Dantas, helicóptero com meia tonelada de pasta-base de cocaína...

Você ainda acredita que o STF faz maravilhas? Que a impunidade está acabando? Que o Judiciário é o Poder mais sério do país? Ou sua revolta com mazelas se resume a petistas?

Abaixo as fotos publicadas por Guimarães em seu Blog.






Nenhum comentário: