Blog do Cadu: Cachoeira de lama. #VejaVaiPraCPI

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Cachoeira de lama. #VejaVaiPraCPI




O programa Domingo Espetacular da Rede Record exibiu ontem uma reportagem sobre as relações da Veja e o bicheiro Carlos Cachoeira. Sobre como o bicheiro pautava as publicações da revista e como esta servia a seus interesses, inclusive para derrubar pessoas do governo federal.

É mais do que conhecido que a Veja fez uma opção de classe contra Lula, o PT, a esquerda e os movimentos sociais. Pode-se até divergir da posição da revista do Civita, mas daí a publicação ser pautada por criminoso e as mesmas irem a público sem provas, apenas no denuncismo barato, não.

Policarpo Júnior, membro da editoria geral e responsável pela sucursal em Brasília da Veja, era a ponte entre Cachoeira e a revista. Todo o esquema com a participação do senador Demóstenes Torres de Goiás.

Este é mais um exemplo de como não se faz jornalismo. Este e o silêncio dos asseclas da Veja: Globo, Folha, Estadão...

E tem gente que acha que não deve ter marco regulatório dos meios de comunicação no Brasil...



A pressão para que ninguém da Veja compareça à CPMI é gigantesca. Como era prática da revista a muitos anos (pelas matérias que ela sempre publicou), a chantagem política a parlamentares deve estar grande.


Depois dessa matéria da Record (e aqui não faço nenhuma apologia à rede TV), a cúpula da Veja deve ser convocada. Até porque suas matérias levaram muita gente a várias CPI’s. Porque matéria da Record, por exemplo, não pode?

Se a CPMI não investigar a Veja e seu dono, o Roberto Civita, será somente uma CPMI pra inglês ver. Ingleses que, aliás, investigaram o Murdoch. Este dono de vários veículos de comunicação. Até numa CPI do Congresso Britânico ele prestou esclarecimentos.

Muita sai em defesa da Veja com o discurso de que atacar veiculo de imprensa é ir contra a democracia. Imprensa não está acima da lei, portanto, não pode fazer o que bem entende da forma que achar melhor. Isto não é democracia. Democracia também tem regras. E no Brasil, o ônus da prova é de quem acusa, por exemplo. Coisa que a Veja não faz a muito tempo.

Abaixo veja vídeo com a matéria do Domingo Espetacular. Na Página do Portal tem a transcrição de ligações telefônica do Bicheiro - clique aqui

Nenhum comentário: