Blog do Cadu: PT com medo. Medo de quê?

terça-feira, 12 de junho de 2012

PT com medo. Medo de quê?

A bola da vez para desviar o foco da CPMI do Cachoeira / Veja / Globo (e por bajulação, um monte de jornalista inexpressivo que fica de repeteco da grande mídia sem avaliar nada porque chama patrão de colega e acha que um dia vai poder fazer cocô na casa grande) é o julgamento do suposto mensalão.

Um “mensalão” sem provas, só acusações da grande imprensa. Que após as descoberta das relações do bicheiro Cachoeira e a dupla Veja / Globo, em como matérias eram fabricadas para chantagem política e para derrubadas de nomes do governo federal.

Nada mais golpista.

A mídia no seu afã golpista tira do seu repertório um dos primeiros valores de uma democracia: a presunção de inocência. Tira (ou tentar tirar) o direito de expressão e opinião de Lula. Não somente sobre o caso, mas sobre qualquer coisa. Se Lula espirrar, é pressão em cima de alguém por alguma coisa.

A grande pressão quem faz é mídia golpista (não esqueçamos os bajuladores). Sobre o julgamento do “mensalão” e sobre qualquer outra pauta que vá de encontro a seus interesses. Um bom exemplo é a convocação À CPMI do Cachoeira do editor de Veja, Policarpo Júnior.


A grande imprensa sempre apoiou os golpes contra democracia no Brasil, mas sempre se fez acreditar que era defensora da democracia. Mesmo ao esconder as manifestações pelas Diretas; ao tentar manipular a eleição do Brizola no RJ em 1984 ou quando manipulou eleição Lula / Collor em 89 através da edição do último debate da campanha. Ou mesmo na bolinha de papel do Serra.

Por essas e outras inúmeras razões é que a comunicação no Brasil deve ser (urgentemente) regulamentada. Leia aqui interessante artigo do professor da UnB, Venício Lima.

Agora a pressão é pela condenação sem provas. Vale lembrar que Roberto Jefferson, então deputado federal pelo PTB, foi o “revelador” do suposto esquema. Este foi cassado por não prova-lo. O José Dirceu, então deputado federal pelo PT e ex-ministro da Casa Civil de Lula, foi cassado pelo suposto esquema não provado por Jefferson.

Qual o sentido disso?

Golpe.

Apenas golpe.

E se o julgamento se valer de provas, e elas não existem, mais uma vez todo o esquema golpista será revelado. Leia aqui artigo do jornalista Eduardo Guimarães sobre a pressão da mídia ao STF

Mais uma vez por conta de que ele já o foi. Não esqueçamos as relações nada “ortodoxas” de Veja / Cachoeira e Globo. A Globo sim, pois ela sempre reverberou as “reportagens” de Veja.

A grande mídia deve responder ao país sobre suas ações criminosas. As corporações e os que se submetem, coadunam com esse tipo de prática. Leia aqui entrevista com o presidente da FENAJ (Federação nacional dos jornalistas) sobre a relação Veja / Cachoeira

Outro dado importante é que o Ministério das Comunicações lançou uma minuta de regulação da radiodifusão no Brasil. Tímida, é verdade, mas ao menos já se tem algo concreto para discutir. Leia aqui

Tem gente achando que a esquerda, ou o PT, está com medo do julgamento. Por que estaria?

Não existem provas do esquema. Na verdade, a cada dia surgem mais e mais indícios de armação.

O “mensalão” do PSDB em Minas Gerais é mais antigo. Tem pelos menos uns cinco anos a mais de processo judicial, já está no Supremo e sequer se tem perspectiva de entrar em pauta.

Quem é mesmo que faz pressão?

A má pressão. Pressão contra a democracia.

O processo onde o PT é envolvido vai a julgamento. Onde o PSDB é, não.

Vale lembrar também que o PT é governo.

Quanta interferência, não?!

No auge das acusações, o PT reelegeu Lula e aumentou sua bancada no Congresso. Em 2010 elegeu Dilma mesmo contra as bolinhas de papel.

Todos os prognósticos de fim do PT deram n’água.

Então, medo de quê?



Nenhum comentário: